Ocorreu um erro neste dispositivo

11.11.09

Palavra do dia

Recuperando um post aqui colocado há tempos pelo meu Amigo Hydra, hoje lembrei-me de pesquisar o dicionário Priberam da Língua Portuguesa e eis que me deparo com a seguinte palavra do dia:
mamata
(mamar + -ata)
s. f.
1. Empresa ou administração pública em que políticos e funcionários protegidos auferem lucros ilícitos.
2. Exploração ou lucro que resulta de suborno ou tráfico de influências. = comilagem, ladroagem
3. Pop. Negociata, roubo.
4. Emprego lucrativo sem grande esforço. = conezia, mama, sinecura, teta, tribuneca, veniaga
5. Ganho ou coisa pouco lícita. = expediente, marosca
6. Propina.
7. Comezaina.
Fiquei a pensar o porquê esta selecção e deste destaque...

7.11.09

Acabei de ler A Perfect Waiter, de Alain Claude Sulzer. Emocionei-me.
Gostei da história pela sua simplicidade, mas também pelo contexto em que ocorre. No fundo, é a história de um empregado de mesa de um hotel suíço, que vive uma vida insignificante e monótona, mas que se apaixona perdidamente e que, mesmo traído, continuará a amar com paixão e intensidade. Esta é, porém, uma história com um final triste. Ernest jamais recuperará Jakob, precisamente porque o sentimento de um não era entendido como tal pelo outro.
Todavia é uma história muitíssimo bem escrita, que se lê com voracidade e que joga com planos temporais distintos: os anos 30, nas vésperas da II Guerra Mundial, e 30 anos mais tarde, a percepção madura (e, em larga medida, saudosa) desse grande amor.
O que retirei dessa narrativa e que me tocou mais: a necessidade de, em tempo útil, aprender a comunicar as emoções e a dizê-las explicitamente.
Uma boa sugestão para os presentes de Natal que se aproximam!