Ocorreu um erro neste dispositivo

15.1.10

Mário Mendes bateu a 120 quilómetros/hora mas acidente não será investigado pelo MP

A informação é do Jornal Público.
Perante situações destas, nem me apetece comentar.
Todavia, sou de opinião que, a bem de um esclarecimento cabal acerca do mundo em que vivemos e para evitar mal entendidos presentes e futuros, o legislador deveria tornar lei as situações de excepção que a lei obriga a todos os cidadãos. Ficaríamos todos muito mais descansados.
Ah, e outra coisinha: seria de todo importante que todas as viaturas, que constituíssem excepção à lei, tivessem uma marca claramente distinguível para que, amanhã, não nos ocorresse cruzarmo-nos com elas.

2 comentários:

pinguim disse...

O poder judicial é, quanto a mim, o poder mais "doente" neste país - de cima a baixo...

Individual(mente) disse...

Ouvi isto nas notícias enquanto desesperava no trânsito caótico de uma sexta-feira ao final do dia. Isto depois de ter cruzado alguns acidentes pelo caminho...
Fiquei KO com a notícia...