Ocorreu um erro neste dispositivo

26.4.08

Estou em choque

Acabei de ler a notícia no jornal Expresso e não acreditei! Será possível?
Será que a vida humana já não vale nada, ao ponto de se olhar a sua extinção como um mero objecto de consumo voyeurista?
Este é o mesmo "artista" que já protagonizou, no passado, uma polémica ao deixar morrer à fome um animal numa exposição.
Para onde caminhamos?

7 comentários:

pinguim disse...

Não tenho palavras, apetece-me chorar...

Paulo disse...

Também fiquei aparvalhado quando vi a notícia. Onde é que já chegámos? Que arte é esta? Poucas vezes a ética foi tão posta em causa na arte como nos últimos tempos. Se lhes falta inspiração, que se afoguem na própria m****... Raios partam esta gente!
Desculpa a linguagem, mas fico irritado.

Abraço

Anita :) disse...

é simplesmente revoltante...

Kapitão Kaus disse...

Car@s Amig@s,

Fiquei chocado e boquiaberto quando li a notícia.
Que faltará mais?

Abraço e beijinhos

Hydrargirum disse...

Uma chapadona na P*** da tromba e o artista ficava a cuspir fininho, como diz uma amiga minha!!!

Há malucos para tudo!:/

AG:)

fj disse...

este "O artista plástico alemão" consegue o que muitos, bem melhores que ele, nunca tiveram. Foi inteligente ao ponto, de chamar para si, todo um protagonismo a nivel mundial.
Agora a forma como o conseguiu, é discutivel, mas não deixa de ser curioso a forma como toda a gente o conhece, a forma como a comunicação deu enfase à noticia, etc.
Estou convencido que, se isto acontecer, irá haver muitas visitas à "mais uma" exposição.
Um forte Abraço amigo!

Ps: ando um pouco ausente nas visitas...mas dadas as circunstancias, nem sempre podemos ter um pc com net, junto de nós!

Kapitão Kaus disse...

Caro Hydra-Friend, tens toda a razão!
AG:)

Caro FJ, de facto o "artista" obteve com estas acções um protagonismo a nível mundial. Porém o ter ultrapassado o patamar da ética é que me parece fortemente perturbador... Claro que essa acção também pode ser lida como uma provocação às consciências e um grito de alerta para que o mundo re-olhe e reflicta acerca da condição humana e do valor (ou da sua ausência) que ela tem nas sociedades contemporâneas...
Obrigado pelo comentário e não te preocupes quanto às visitas menos frequentes: eu próprio, tenho andado super atarefado e incapaz de ler/comentar o que quer que seja.
Abraço amigo:)