Ocorreu um erro neste dispositivo

10.6.08

Porque nos apresentam sempre a guerra como a panaceia para todos os males?

De acordo com uma notícia publicada no Correio da Manhã, recuperando um artigo da Time, cada vez mais os soldados norte-americanos têm que recorrer a antidepressivos para aguentar o stress do seu dia-a-dia em teatro de guerra.
Este é um aspecto que a máquina da propaganda militarista - lembram-se dela? E da teoria do dominó que levaria a democracia ao Médio Oriente? - não fala. O rufar dos tambores da guerra, com o negócio milionário que a sustenta e que, mau grado, parece dar emprego a tanta gente, tem sido utilizado como argumento para a panaceia dos problemas que afectam o mundo.
Mas o verdadeiro problema vem a seguir: a morte, a dor, o sofrimento e a consciencialização de que se foi alvo de uma terrível manipulação ideológica.

1 comentário:

pinguim disse...

Porque será que há tantas guerras? Porque será que há, além dos mortos e feridos, tantos homens afectados para a vida inteira, por causa dessas guerras?
Porque será que meia dúzia de grandes empresas de armamento, têm "o mundo na mão"?
Porque será?