Ocorreu um erro neste dispositivo

8.1.09

Quotidianos

Um frio terrível. Cortante. Áspero. 
Um dia de trabalho intenso, quase só com contacto com a máquina. Sem telefonemas. Sem acesso à net. Offline no messenger. Estranhamente todos os contactos estiveram também offline. Um olhar rápido, uma tentativa de verificar se, de facto, haveria alguém do outro lado do monitor, mas uma pergunta cuja resposta nunca chegou.
Ao fim da tarde, um frio cortante que se foi agravando. As mãos geladas.
Um mal estar e uma preocupação crescentes. Como se, de repente, tivesse ficado orfão. Totalmente inexplicável e racionalmente absurdo. Como se pressentisse uma tragédia de proporções enormes, mas sem nenhum tipo de dados objectivos que comprovassem tal emoção.
Só poderia ser um queda acentuada de glicose na corrente sanguínea. Corrida para o bar. Tomar algo quente e comer qualquer coisa. E a esperança de que o arco-íris regressasse prontamente.
Mas não, novamente um sentimento de insegurança atroz. Uma emoção estranha.
Espero bem que não seja prenúncio de alguma má notícia. Porque a ausência custa-me muito. 

9 comentários:

Umabel disse...

Não penses nisso... nem penses assim... não vai acontecer nada! Relaxa!

Beijinhos com redobrado carinho

p.s. desculpa a ausência dos meus desejos de boas festas, final de ano é fogo... mas eles estiveram no meu coração!

Pedro disse...

Mal seria se as ausências não doessem.

mik@ disse...

doem sempre...
espero que esteja tudo bem.
bjos

Tongzhi disse...

Há dias assim, inexplicáveis!

Paula disse...

Há dias desses... Mas não querem dizer, que algo de mau aconteceu!
Tudo de bom!
:)
Bjs!

pinguim disse...

Amigo
isso é negativismo; não se podem nem devem antecipar desgraças; já basta ter força para as enfrentar quando são reais.
Como diz o Tong, há dias assim, apenas...
Abraço amigo.

Kapitão Kaus disse...

Car@s Amig@s:)

Afinal, está tudo bem. Não aconteceu tragédia nenhuma (julgo eu). Falta-me apenas receber o feed-back de um Amigo, mas acredito que esteja bem, pois, se assim não fosse, já me teriam comunicado.

Obrigado pelas Vossas palavras e pelo Vosso carinho:)

Paulo disse...

frio áspero, é isso mesmo! pressentimentos assim são do pior, uma agonia... mas folgo em saber que está tudo bem!
abraço

Kokas disse...

Não achas que a ausência é "só" uma pequena ilusão de vazio?

Aquele abraço!