Ocorreu um erro neste dispositivo

18.1.09

Quotidianos

De regresso à pátria, depois de um fim-de-semana de trabalho (sim, ouviram bem!De trabalho!), sem acesso à net, chegou a altura de ler as notícias e de actualizar o blogue.
Pelo mundo, pelo menos, parece que, aparentemente, a guerra no médio-oriente está em fase de intervalo, o que já não é mau.
Por cá, todos parecem estar bastante felizes, o que é muito bom! (Reparei que alguém comemorou o seu aniversário, outros brindaram e foram brindados com prémios, alguém terminou uma escrita há muito ansiada, outro presenteou os seus fieís leitores com um espectacular layout e tudo vai caminhando com todo o sucesso!)
Pela minha parte, foi um fim-de-semana extenuante, mas também, podemos dizê-lo, um pouco insólito. Extenuante, porque contou com uma viagem aérea de quase 4 horas em cada percurso e o aguentar de um clima seco e quente que me perturbou bastante. Insólito, porque me depararei, na catedral da cidade, com uma múmia em estado de decomposição (não, não consegui efectuar uma única fotografia porque achei a cena excessivamente mórbida!).
Mas foi, acima de tudo, um fim-de-semana agradável, porque pude rever um amigo que já não via há dois anos e ficar a conhecer a sua família: os seus pais, a sua irmã, as suas amigas e o seu companheiro. 
E partilhar com todos, principalmente com ele e com os seus, a alegria de mais uma etapa conseguida.

2 comentários:

Ophiuchus disse...

oh capitão, o bispo codina das canárias até está bem conservado :D
Ainda bem que os "nossos" arcebispos estão bem fechados!

Abraços Grandes (que quase podiam ser físicos)E felicidades para esse teu amigo!

Paula disse...

Ai credo! Já vi uma múmia cá, numa igreja em Lisboa, em Braga...
Também temos cá disso!
:)
Bjs!