Ocorreu um erro neste dispositivo

1.3.09

Sempre resisti muito a abrir-me, a mostrar-me, principalmente no que respeito à afectividade. Sempre assumi uma postura muito segura, às vezes até um bocado austera. Porquê? Porque o mostrar-se fragiliza, leva-nos a tomar consciência de que há outras pessoas que são importantes na nossa vida e, em certas circunstâncias, a perceber que muito daquilo que fazemos é determinado por elas, pela sua existência e pela sua sombra tutelar. 
Ontem passei o dia ligado à net. 
No horizonte, o Sol, mas também as nuvens que se vinham aproximando.
está visto que quem nasceu para ser vencedor, vencerá sempre; pelo contrário, quem nunca ganhou, não será agora que vai conseguir inverter o rumo do destino

4 comentários:

Daniel Silva disse...

O desânimo, momentâneo ou continuado, leva-nos a ver sempre e vaida negra, sem fundo, e um enorme caos que jamais será harmonia.

Mas se soubermos esperar, é como quem tem má disposição ou parece estar embirrente e depois de um bom sono, já nem se reconhece.

QuANDO CHOVE MUITO NA ALMA, ou tudo parece fatal, sem perspectiva de mudança, nada melhor que mudar as vistas, e fazer coisas como se estivessemos em condições de as fazer e sentir. Isso vai criar um efeito dentro de nós, nao percepcionado, mas vai mexer com uma serie de mecanismos psicologicos inconscientes que, a medio prazo, se forem coportamentos saudaveis continuados, tentar esquecer a "fatalidade" da nossa vida, etc etc, vão libertar endorfinas num momento primeiro e, se for continuado, vai promover uma boa higiene mental pela limpeza do espírito.

E pensamos nós que apenas as grandes coisas e aquelas que sentimes de forma consciente é que fazem efeito. Não é.

Cheer up! E please segue o que te digo.

Hugs

Danny Boy ;)

pinguim disse...

Não concordo muito com os teus dizeres finais: sempre fui adverso ao fatalismo; e penso que tu também serás, apesar desta tua "conclusão"...
Abraço.

Umabel disse...

Todos nós passamos por fases menos boas, mas isso ajuda-nos a ver com mais clareza coisas que de outra forma nos passariam despercebidas...

Nada de desânimo!!! Vê o lado poitivo que ele exite sempre

Beijo e abraços com carinho

Graduated Fool disse...

Quem nunca ganhou pode, perfeitamente, vir a ganhar. Espero que acredites nisso.