Ocorreu um erro neste dispositivo

17.4.09

Matar a sangue frio quem se manifesta pacificamente é justo?

El Ejército israelí asesina a un palestino que se manifestaba contra el muro de separación

  • Cargaron contra los manifestantes con medidas antidisturbios.
  • Eran unas protestas pacíficas en las que no se estaban tirando piedras.
  • Estas manifestaciones se llevan repitiendo desde hace cuatro años.
A notícia acaba de ser publicada no jornal espanhol 20 minutos e incomodou-me particularmente. Porque o video mostra o acontecimento em directo. Porque a vida parece ter deixado de ter qualquer valor para aqueles que exercem o poder e o exibem orgulhosamente. Porque parece ser muito interessante poder assassinar os outros quando se sabe antecipadamente que eles  não poderão fazer nada em contrário. Porque, se calhar, até poderia dar jeito enviar um aviso à navegação para que as pessoas percebem quem é que manda e a quem é que devem obedecer. Porque é sempre muito fácil justificar todos os actos e garantir a aceitação das massas. O problema é quando a comunicação social está lá e divulga o acontecimento ao mundo...
Tenho muito receio acerca do mundo em que vivemos e do mundo que estamos a construir para deixar aos nossos sucessores. Isto se ainda existir alguma coisa para lhes deixar, no futuro.

3 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Tal como a crise, tem TUDO a ver com os valores...

Ah a formação humana...

Abraço

pinguim disse...

E como será no imediato futuro, com um governo de extrema direita a governar Israel? Temo o pior...
Abraço.

Tongzhi disse...

Revoltante...