Ocorreu um erro neste dispositivo

27.10.08

Aquilo que verdadeiramente me custa é querer e não poder, é desejar e ainda não ter conseguido alcançar, é não estar a conseguir contribuir, de facto, para que o teu sonho se possa realizar. E acredita que isso me custa. Muito.
Porém, acho que devemos acreditar que, mesmo com as nuvens negras como breu que pairam por todo o lado, e de que as mais recentes quedas nas cotações dos índices bolsistas são apenas uma face visível, haverá sempre janelas que permitirão a passagem da luz e a comunicação com o astro Sol.
E nós faremos tudo o que estiver ao nosso alcance e, se for preciso, moveremos montanhas para que o Sol possa brilhar. Ou então reinventaremos o curso das estrelas. E se for necessário um cataclismo cósmico para que a cor regresse à tua paleta, podes crer que assim sucederá.
Porque tu mereces tudo. E tu és muito mais importante do que eu.

4 comentários:

mik@ disse...

as vezes sabe bem esquecer os nossos problemas e poder ajudar os outros. :)))
bjinhos

Emanuel disse...

isso é amor...

Kapitão Kaus disse...

mik@: acredita que, em tudo o que faço, tenho sempre em mente poder dar uma ajuda. Mas nem sempre consigo. E outras vezes, as boas intenções não passam mesmo disso...

Jinhos:)

Kapitão Kaus disse...

Emanuel: pode ser, mas tudo depende do espectro semântico que atribuires a essa palavra. Pode também ser uma Amizade muito grande e muito consolidada. Tudo depende daquilo que se entende e se vivencia através dos actos.