Ocorreu um erro neste dispositivo

20.10.08

Quotidianos VIII

Ficou a semana fechado no gabinete de trabalho. Ler, escrever, ler, pesquisar, escrever, reflectir, escrever, ler, pesquisar, procurar, pensar, preocupar-se. Mas que monotonia!
Quando saiu, isto é, quando os outros o olharam, confessaram que o já não conheciam: Estás diferente. Tens não sei o quê... Outr@s acharam-no muito mais charmoso e enigmático. Continua assim! Nunca mudes!
Recebeu algumas mensagens que, apesar de evidenciarem alguma tensão da parte do remetente, o deixaram mais tranquilo. Graças a Deus, continua bem. Oxalá que consiga alcançar tudo o que merece, e merece muito. Merece tudo, TUDO!
No fim de semana, passou o dia a experimentar a alta velocidade em várias auto-estradas do país. Ao início controlou-se e não ultrapassou os limites. Mas, com o adiantar da hora e a necessidade de falar constantemente uma língua que, naturalmente, não era a sua, quando deu por si, já ia nos 150...
Regressou e bem, sem quaisquer percalços.
E continuou a ler, a pesquisar, a ler, a escrever, a pensar, a ler, a reflectir, a imaginar. Mas que monotonia!
  

Sem comentários: